Randolfe apresenta proposta de Casas Sustentáveis para o “Minha Casa, Minha Vida”

O senador Randolfe Rodrigues (REDE – AP), a pedido da sociedade civil e de artistas, mobilizados em favor da promoção da habitação popular acessível e sustentável, apresentou proposta para incluir, dentre as modalidades do Programa Minha Casa Minha Vida, a possibilidade de financiar imóveis que utilizem técnicas de bioconstrução.

Randolfe Rodrigues e a produtora Paula Lavigne apresentaram a medida ao presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira (PMDB-CE), na manhã dessa terça-feira (13) e pediram um célere debate sobre o tema. Randolfe explicou que a proposta permitirá ampliar os benefícios econômicos, ambientais e sociais do Programam, barateando o gasto das casas e aumentando a qualidade dos materiais empregados.

O Presidente Eunicio demonstrou atenção à proposta e intenção em discuti-la no Senado, além de ter assegurado a importância da matéria e a celeridade da votação, que deverá ocorrer já nos próximos dias..

Entenda: A BIOCONSTRUÇÃO E A PROPOSTA DA SOCIEDADE CIVIL

O Minha Casa Minha Vida privilegia materiais e sistemas construtivos convencionais, deixando de apropriar-se dos conhecimentos e dos saberes gerados pelas próprias comunidades locais beneficiadas, especialmente no que se refere a técnicas de bioconstrução, como, por exemplo, adobe, taipa, solocimento, ferrocimento e bambu.

O uso dessas técnicas pode reduzir custos, especialmente nas localidades em que o transporte de materiais tradicionais, como areia, cimento e tijolos, é mais caro. Além disso, as obras serão executadas com menor impacto sobre o meio ambiente e com maior engajamento da comunidade beneficiada, gerando reflexos positivos para as gerações atual e futuras.

A proposta tem por objetivo ampliar os benefícios econômicos, ambientais e sociais do Minha Casa Minha Vida, por meio do incentivo ao emprego de técnicas de bioconstrução na realização dos empreendimentos no âmbito do Programa, visando à promoção do desenvolvimento sustentável, estímulo à pesquisa e construção de novas tecnologias e conceitos de habitação.

Fotos: Heloísa Almeida

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *