Randolfe declara apoio ao movimento “Eu defendo a Eletronorte pública”

Uma comitiva do movimento “Eu defendo a Eletronorte pública” está em Brasília em busca de apoio contra a privatização da estatal. O grupo é formado por funcionários da subsidiária de todo o Brasil.

A mobilização ganhou o apoio do senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP), que é totalmente contra a venda da estatal por entender que energia não é mercadoria. “Assinei o pedido de criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Eletronorte por ser uma empresa com uma das mais longas histórias no meu Amapá. A Eletrobrás tem um papel estratégico em defesa da soberania nacional. Só um governo como o de Michel Temer pode querer essa privatização. Não vão conseguir sem a nossa resistência” declarou.

A comitiva chegou ao gabinete de Randolfe no momento em que o senador repudiava o decreto que regulamenta a Lei das Estatais e autoriza a venda, sem licitação, dos ativos das empresas de economia mista como, por exemplo, a Petrobras e a Eletrobrás. “O decreto 91888/2017, assinado na véspera do feriado de Finados, abre espaço para que todas as empresas estatais do país, inclusive o Banco do Brasil e a Casa da Moeda, sejam privatizadas. Isso é uma indecência, é um crime de Lesa-Pátria. Por isso, protocolei um Projeto de Decreto Legislativo que pede a revogação dessa medida”, anunciou Randolfe.

Estiveram no gabinete do senador Randolfe representantes dos Sindicatos dos Urbanitários do Amapá, Amazonas e Rio de Janeiro. Para ser aprovado, o projeto de Randolfe precisa ser aprovado pelos Plenários da Câmara e do Senado.

 

randolfe-representantes-movimento-defesa-eletronorte-1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *