Hospital de Amor tem mais de 4 mil cadastros e inicia atendimento no próximo dia 24

 

No próximo dia 24 o Instituto de Prevenção Hospital de Amor iniciará os atendimentos ao público. O senador Randolfe Rodrigues (Rede) esteve ontem (14) na Unidade e conversou com o procurador Dagoberto Carvalho que contou já terem sido feitos mais de quatro mil cadastros de pacientes.

O Hospital é resultado do esforço da Bancada Federal. A obra custou R$ 25 milhões, sendo R$ 22 milhões da bancada federal do Amapá, valor destinado ao Hospital de Barretos, em São Paulo, responsável pelo Hospital de Amor.

Só em 2018 foram detectados mais de 800 casos de câncer, que se descoberto no início tem chance maior de cura. Atualmente, a população amapaense precisa se deslocar do Estado para receber tratamento. Com o Hospital de Amor o cenário começa a mudar.

“Esse é o primeiro passo para o enfrentamento do mal do câncer no Amapá. Ainda tem aqueles que não concordam com a iniciativa. É um investimento na prevenção, mas ainda precisamos avançar na quimioterapia e radioterapia. Temos que deixar de ser a última unidade da federação no ranking de tratamento do câncer”, ponderou o senador Randolfe.

 

O prédio conta com salas de mamografia de ponta, ultrassom, de preparo, de exame Papanicolau, exames de biópsia, postos de enfermagem, consultórios e farmácia. Todos os atendimentos realizados gratuitamente. “Temos capacidades de realização de cirurgias de pequeno porte, quando o paciente não precisa ficar internado”, explicou Dagoberto Carvalho.

O Hospital
O prédio do Instituto de Prevenção Hospital de Amor Macapá é referência no tratamento e prevenção do câncer no Brasil, e a unidade é a 11ª do país, entregue no dia 16 de dezembro de 2018.

O Hospital de Amor vem sendo mantido pelo próprio Hospital, tendo em vista que até o momento o Governo do Estado do Amapá (GEA) não fez repasse do convênio para custear a manutenção e funcionamento do instituto.

O Hospital do Amor fica localizado na Rodovia Norte Sul, próximo ao Ministério do Trabalho na zona norte de Macapá

Carreta
O Instituto de Prevenção também conta com uma unidade móvel (carreta) que já se encontra no Estado, para percorrer todos os municípios. Ela terá a mesma capacidade de atendimentos diários que a unidade fixa. O fluxo de atendimento para os exames será estabelecido através de encaminhamento dos pacientes das Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *