Randolfe é um dos dez melhores senadores do país no prêmio Congresso em Foco

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) foi eleito entre os onze melhores senadores do Brasil na sexta edição do Prêmio Congresso em Foco – permaneceram 11 na lista porque houve empate no décimo lugar. Estreante na mais alta câmara do país, Randolfe obteve 45 votos, ficando na sétima posição. O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) foi o mais votado pelo segundo ano consecutivo. O prêmio resulta da avaliação de jornalistas que cobrem as atividades do Congresso Nacional, e elegem os parlamentares que melhor exerceram seus mandatos no ano.

A partir da próxima segunda-feira (22), os eleitos no Senado e na Câmara dos Deputados concorrerão ao prêmio de melhor parlamentar do Congresso, segunda etapa do Prêmio Congresso em Foco, através de votação livre dos internautas pelo site do Congresso em Foco. A ideia é movimentar a opinião pública em torno do trabalho do Poder Legislativo brasileiro, colocando em evidência aqueles que mais se destacam positivamente.

Randolfe Rodrigues marcou sua presença no Senado logo na chegada, imprimindo ousadia ao se lançar candidato à presidência da Casa, quando havia em curso um acordo favorecendo a candidatura única de José Sarney (PMDB-AP). Em seguida ganhou o respeito dos decanos do Senado a se posicionar de forma independente nos temas centrais em debate. Votou e se pronunciou com a base de apoio ao governo quando considerou importante para o país, e agiu com contundência e firmeza quando discordou do governo federal.

Em seis meses de mandato Randolfe conseguiu assumir bandeiras importantes para o país e para seu estado como a repactuação do Fundo de Participação dos Estados – FPE, seu primeiro projeto de Lei, que pretende fazer justiça às unidades da federação com maiores dificuldades de arrecadação e menores índices sociais, trazendo mais R$ 600 milhões por ano para o Amapá. Propôs e conseguiu aprovação para a CPI do ECAD, atendendo ao clamor de milhares de compositores e produtores culturais brasileiros excluídos do nebuloso sistema de arrecadação e distribuição de direitos autorais vigente no país.

Assumiu a bandeira da Reforma Política com Participação Popular e a defesa do Código Florestal; vem conseguindo avanços consideráveis para a chegada da banda larga no Amapá; integra a Frente Parlamentar de Combate à Corrupção, apoiando as ações da presidente Dilma Roussef e dos órgãos de fiscalização do dinheiro público; atua fortemente para solucionar os problemas diplomáticos entre a França e o Brasil na fronteira do Amapá com a Guiana Francesa. Nesse sentido, trabalha pela constituição do arco norte de desenvolvimento para a Amazônia, envolvendo os países do platô das guianas, a Venezuela e o Caribe.

O prêmio

Nem todos os políticos são iguais. É esse o recado central do Prêmio Congresso em Foco. Desde sua criação, em 2066, o prêmio tem revelado que o Brasil tem políticos sérios e que realmente trabalham. Na primeira fase quem vota são os jornalistas que atuam na cobertura do trabalho parlamentar. Os 25 deputados federais e dez senadores mais votados nas categorias gerais – “melhor senador” e “melhor deputado” e os cinco parlamentares mais votados em cada uma das categorias especiais passam à segunda etapa de votação, na internet. Foram 267 jornalistas, de 55 veículos de comunicação, os responsáveis pelo resultado.

As cinco categorias especiais são: parlamentar de futuro (com menos de 45 anos); destaque em defesa da saúde; destaque em defesa da segurança jurídica; destaque em defesa dos municípios; destaque em defesa dos direitos do consumidor e destaque em defesa da democracia e cidadania.

Participaram da votação representantes dos veículos: A Crítica (Manaus); Agência Amazônia de Notícias; Agência Brasil; Agência Câmara; Agência Congresso; Agência Estado; Agência Leia; Agência Política Real; Agência Senado; A Tarde; Blog do Noblat; Brasil 247; Carta Capital; CBN; Congresso em Foco; Correio Braziliense; EBC; Estado de São Paulo; Fator Ecológico; Folha de S. Paulo; G-1; Globo News; Hoje em Dia; IG; IstoÉ; IstoÉ Dinheiro; Jornal Brasil Cidade; Jornal da Câmara; NBR/Voz do Brasil; O Globo; Olhar Direto; Política Real; Rádio Acaerte (Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão); Rádio Bandeirantes; Rádio Câmara; Rádio Gaúcha; Rádio Senado; Rádio Tupi; Rádioweb; Rádio Z; RBS; SBT; Terra; TV Band; TV Brasil; TV Brasil Internacional; TV Câmara; TV Globo; TV Record; Ucho Info; UOL; Valor Econômico; Veja; Veja.com; Zero Hora.

A seguir a relação completa dos senadores finalistas do Prêmio Congresso em Foco:

Cristovam Buarque (PDT-DF) – 108 votos
Pedro Simon (PMDB-RS) – 99 votos
Paulo Paim (PT-RS) – 74 votos
Demóstenes Torres (DEM-GO) – 66 votos
Eduardo Suplicy (PT-SP) – 54 votos
Pedro Taques (PDT-MT) – 49 votos
Randolfe Rodrigues (Psol-AP) – 45 votos
Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) – 43 votos
Ana Amélia (PP-RS) – 39 votos
Lindberg Farias (PT-RJ) – 35 votos
Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) – 35 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *