Randolfe inicia pelo Acre diálogo com Amazônia sobre nova partilha do FPE

O impacto do Fundo de Participação dos Estados sobre as receitas totais do estado Acre é de 54,86%. Com mais da metade de tudo o que recebe tendo origem no FPE, “o estado onde nascem os rios”, no dizer do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), foi escolhido como primeiro, após o Amapá, a receber o senador amapaense para conhecer o projeto de nova partilha dos recursos do Fundo.

Na tarde se quinta-feira (25), o governador em exercício, César Messias (PP), e o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Elson Santiago (PP), receberam o senadorRandolfe e o economista Charles Chelala em Rio Branco – AC que buscam apoio para aprovação do PL 289/2011 no Senado. “Antes de viajar, o governador Tião Viana (PT) louvou sua iniciativa e deixou assegurado apoio integral ao projeto”, disse César Messias a Randolfe. O governador em exercício ressaltou o critério de preservação ambiental, presente no projeto, como favorecedor dos estados que mais preservam o meio ambiente.

Lembrou que a distribuição dos recursos do FPE hoje não atende a critérios justos, “porque foi definida no passado, quando os estados mais pobres não contavam com senadores atuantes”. César Messias disse ainda que o projeto de Randolfe faz dele “um senador da Amazônia”. —

  • Caro Senador gostaria muito, mas muito mesmo, de ver alguem defender uma ideia parecida ou até mesmo, que fosse um arremedo, do que é o aparato fiscalizatorio de arrecadação do estado brasileiro. Que se desse esse mesmo tratamento que é dado ao contribuinte, desse tambem no lado dos gastos, caramba meu, Vossa Excelencia ia ver sobrar dinheiro nesse pais de tanta corrupção, é uma vergonha, uma covardia o que fazem com o povo brasileiro. Por sua atenção meu muito, obrigado.
    Cópia arquivada, aguardando resposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *