Randolfe pede ao Ministério da Saúde urgência no atendimento das demandas do Amapá

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) enviou ontem (26) um ofício ao ministro da saúde, Nelson Teich, solicitando a liberação imediata dos recursos anunciados para o Amapá. O Estado tem mais de 800 casos confirmados de covid-19 e 23 óbitos.

Randolfe reitera um pedido que já havia sido feito à pasta, por meio das portarias do Ministério da Saúde nº 395, de 16 de Março de 2020, nº 480, de 23 de Março, e nº 774, de 09 de Abril de 2020. As três portarias falam de uma disponibilização orçamentária para ações de combate ao Coronavírus no Estado do Amapá no valor de R$ 13.256.896,08 (treze milhões, duzentos e cinquenta e seis mil, oitocentos e noventa e seis reais e oito centavos).

No documento, o senador aponta que o Amapá tem frequentado o topo da lista dentre os estados com maiores incidências de Coronavírus no país. “A vinda dos recursos faz-se urgente”, disse o parlamentar.

Além dessas portarias, houve um anúncio por parte do Ministério da Saúde quanto ao envio de 10 leitos completos de UTI compostos de 10 ventiladores, 10 monitores, 10 bombas, 10 camas, 2 desfibriladores, eletrocardiógrafo e uma plataforma de monitorização, dentre outros equipamentos. Randolfe solicitou informações quanto ao prazo para envio dos demais equipamentos, tendo em vista que chegaram ao Amapá os 10 ventiladores, mas carecem da estrutura auxiliar.

O senador ainda pediu a implantação urgente de um Hospital de Campanha, tendo em vista as denúncias feitas em rede nacional sobre a situação precária do Hospital de Emergências, o maior do Estado. No último boletim divulgado pelo Governo do Amapá, 86 pessoas estão hospitalizadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *