Senador visita Acampamento Nacional por Reforma Agrária em Brasília

 

O Senador Randolfe Rodrigues participou nesta quarta-feira (24) de uma atividade com diversos deputados e senadores, no Acampamento Nacional  por  Reforma Agrária, em Brasília. Desde o início dessa semana, aproximadamente 4 mil trabalhadores que integram a Via Campesina em todo o Brasil,  estão acampados no Ginásio Nilson Nelson, na capital federal.  O acampamento integra a Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária que acontece em todo o país essa semana.

Durante a atividade de hoje, a coordenação da Via Campesina (articulação internacional de movimentos sociais camponeses), que no Brasil reúne movimentos como MST, CPT, MAB, MPA e CIMI, apresentou aos parlamentares suas pautas de reivindicações emergenciais, de médio prazo, além das questões estratégicas permanentes da agenda desses movimentos.

Randolfe manifestou sua solidariedade aos trabalhadores rurais e irá unir-se aos deputados e senadores que também apóiam essas lutas no Congresso para defender suas reivindicações.  Eles pedem soluções para problemas como as mais de 60 mil famílias que continuam acampadas em todo o Brasil. Algumas delas há quase 15 anos.

Para as famílias atingidas por barragens de hidrelétricas concluídas, eles cobram um plano de reassentamento. Além de quererem a recomposição do orçamento do Instituto Nacional de Colonização e da Reforma Agrária (Incra) para viabilizar as desapropriações de terra, acelerar os processos já concluídos e garantir o desenvolvimento de assentamentos.

“Acreditamos que a Reforma Agrária seja um dos principais meios de desenvolver nosso país, distribuindo renda e riqueza, pois democratiza a terra, gera empregos diretos, moradia e produção de alimentos, superando a miséria no interior do país e o inchaço dos grandes centros urbanos” diz José Batista de Oliveira, integrante da coordenação nacional do MST.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *