Randolfe Rodrigues quer CPI para investigar o Ecad

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) anunciou, nesta quinta-feira (5) no Plenário, que está
recolhendo assinaturas para instalar uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) com o objetivo de investigar as atividades do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição de Direitos Autorais (Ecad).

Segundo o senador, a CPI vai investigar supostas irregularidades praticadas pelo Ecad na administração dos direitos autorais e a possibilidade de existência de cartel no arbitramento de valores de direitos de artistas. A CPI também permitiria conhecer o modelo de gestão da organização.

Segundo o senador, a CPI não tem a ver com “qualquer intenção de extinguir o Ecad”, mas busca incentivar a transparência no escritório. Segundo Rodrigues, a movimentação financeira do Ecad é superior ao orçamento do Ministério da Cultura.

– As atividades do Ecad precisam ser fiscalizadas. Transparência é importante para o Brasil e, neste caso em especial, para a classe artística – afirmou o senador.

 

Da Redação / Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)