Telebras e Eletronorte realizam convênio para trazer banda larga para o Amapá

Trabalho de Randolfe e da bancada garante banda larga a preços populares ainda este ano

Um dia de muita comemoração para o estado do Amapá. O Senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) participou nesta quarta-feira (13) da solenidade de assinatura de um Acordo de Cooperação Técnica entre a Telebrás e a Eletronorte para o compartilhamento de infraestruturas. Com essa parceria, finalmente será possível viabilizar a internet banda larga para o Amapá pelo preço do Plano Nacional de Banda Larga – PNBL, isto é, R$ 35. Para o Senador Randolfe Rodrigues é a vitória daqueles que apostaram na Telebrás e hoje puderam ver o primeiro passo para uma internet rápida, de qualidade e acessível para toda a população do estado.

“Com a assinatura desse convênio, foi dado um passo gigantesco para terminarmos com o isolamento da internet banda larga no Amapá, e isto, foi uma aposta minha e da bancada do Amapá desde o início. Apostamos em uma empresa pública que é do estado brasileiro. Pois somente uma empresa pública, tem o entendimento de que internet é uma necessidade e um direito básico da população”, enfatizou Randolfe.

Pelo acordo assinado hoje, a Telebrás poderá utilizar o linhão de transmissão da Eletronorte que chega até Belém (PA). Com isso, na próxima semana, a Telebrás deverá entrar em contato com os representantes do Consórcio BNO-NTC, para oferecer a eles a internet pelo preço do PNBL, que poderá ser comercializado ao povo amapaense de maneira imediata. Os representantes desse consórcio reuniram-se com a diretoria da Telebrás, em maio desse ano, a convite do senador Randolfe e manifestaram o interesse em oferecer internet no estado pelo preço do PNBL.

O consórcio já disponibiliza os serviços de banda larga no estado do Amapá, porém a ligação é feita por via terrestre, através de rádios de última geração, desde a cidade de Belém até Macapá. Com a infraestrutura oferecida pelo acordo, poderá fechar a parceria com a Telebrás.

Com a utilização do linhão da Eletronorte será possível a ligação até o município de Calçoene. Entre agosto e setembro, o ministro Paulo Bernardo, e o presidente da Telebrás, Caio Bonilha, estarão no Amapá e devem anunciar pessoalmente a liberação de aproximadamente R$ 230 milhões para que essa ligação possa chegar até o Oiapoque.

Na solenidade, o ministro das comunicações, lembrou do incansável esforço do senador Randolfe na busca de alternativas para viabilizar a banda larga no Amapá. “Senador Randolfe o senhor achava que estava me cobrando demais, mas a presidenta Dilma me cobrava mais ainda. Queremos ir ao Amapá em breve. Esses termos assinados hoje terão grande repercussão no atendimento da internet na região norte, onde reconhecemos que há um verdadeiro apagão”. O presidente da Telebrás, Caio Bonilha, também agradeceu a presença do senador e seu apoio à Telebrás desde o começo das tratativas.

——

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *